Arquivo do mês: julho 2011

Sobre o Fantástico e o Real Maravilhoso Americano

por Sandra Nunes A palavra “fantástico” vem do latim, phantasticus, derivada do grego, phantastikós, e significa o que se torna visível ou tem origem na imaginação e na fantasia. Define-se, ainda, como o que tem caráter caprichoso e extravagante, fora … Continuar lendo

Publicado em Cinema | Deixe um comentário

Joaquim Pedro e as visões de Brasil

Por Mônica Rugai Bastos Mário de Andrade é lembrança recorrente.  Com freqüência penso nesse autor e, desta vez, foi por causa de seu acervo, disponível no Museu do Folclore. Mário foi um visionário. Além de reflexões sobre o Brasil que … Continuar lendo

Publicado em Cinema | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

O retorno de “Eles não usam black-tie” ao palco: entrevista com Dan Rosseto e Flávio Guarnieri

por Reinaldo Cardenuto Em 1958, o Teatro de Arena montou a peça Eles não usam black-tie, de Gianfrancesco Guarnieri. Integrante do Partido Comunista Brasileiro, o dramaturgo fazia de seu texto de estréia um compromisso com a militância política da classe … Continuar lendo

Publicado em Teatro | Marcado com , | 1 Comentário